Correspondências antigas

janeiro 21, 2015

” É tanto amor, meu deus, para onde vai tanto amor depois que ele acaba?”