Retalho

julho 31, 2014

Como elástico que
de tanto esticar
arrebenta

Dentro de mim
pulsa um músculo tão desgastado e
puído
Que mal se presta
a ficar no lugar

Se me viram do avesso
é capaz da costura
mal feita
se desfazer
Só de olhar.

Já não existe nada que seja confortável.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: