Poeminha em trânsito

julho 22, 2011

Eu não preciso mais achar o meu lar,

seguindo descoordenada as batidas

em meios aos quebrares de ondas.

Buscando outros em quem aportar.

Eu sou exatamente onde eu quero estar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: