Breves

fevereiro 22, 2011

Eu olho para o meu rosto cansado no espelho. Bonito. Deito para adormecer mais um pouco, apesar de ter despertado há duas horas atrás. Sonho com escadas. No meu sonho você morava no apartamento de cima, mas nunca havíamos nos encontrado. Pelas manhãs, quando eu ia para o trabalho, perguntava-me de quem seria o perfume que vagava pelas escadarias, que descansava nas quinas dos corredores. Era seu. Eu jamais saberia.

Anúncios

Os centavos na sacola.

E as pastilhas de absinto

Que tem cheiro de você