Dos estados que se perpetuam

janeiro 8, 2010

E eu confesso

que já há muito

tempo

a minha vontade

é que caia um temporal

tão grande

que eu não tenha

nem que botar

o pé para fora

de mim.

[obrigada Roberto, por arrancar a poesia de dentro de mim]

Anúncios

2 Respostas to “Dos estados que se perpetuam”

  1. Sabe que isso é quase um sentimento constante meu…?

  2. patricianardelli said

    Somos vários 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: