Digressão

junho 3, 2009

Da última vez que algo assim me aconteceu eu me senti tão mal que nem lembrava mais como era me sentir bem. Depois eu me senti tão bem que não lembrava como era me sentir mal. E essa parte da história é mentira, eu nunca me senti bem por mais do que um par de dias. Depois uma anestesia boba me acomete. E eu já não lembro como é sentir qualquer coisa. And then is down again. E é quando quero pegar o mundo com as mãos duras e colocar cada coisa em seu lugar, para deixar tudo ordenado de novo, uma gaveta para cada coisa, que é para não misturar, eu não gosto quando as coisas misturam. Minto. Eu não gosto quando as coisas misturam fora do meu controle. O que eu não gosto mesmo é de perder o controle das coisas. E ironicamente eu sempre perco o controle de mim. É que controlar é iludir-se, todo mundo sabe disso. Até eu.

Anúncios

2 Respostas to “Digressão”

  1. Ana said

    Se a vida não tivesse desses altos e baixos seria uma tremenda chatisse…mas a gente nunca lembra disso nos baixos, né?

    Linda a casa nova!

  2. patricianardelli said

    Tem toda a razão, Ana, mas os baixos sempre me parecem mais baixos do que os altos me parecem altos.
    Bem vinda à casa nova =]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: